Fale Conosco

Fale Conosco

_______________________

Fale Conosco

Respostas da TAG WANDERLUST

Navegando pelo blog do Mapa na Mão, das nossas amigas Ester e Michela, encontrei um post delas respondendo  uma tag sobre viagens. Tivemos a ideia de responder as perguntas e ainda indicar um blogueiro de viagens para continuar com a TAG. As perguntas da  TAG WANDERLUST, uma palavra alemã muito usado por viajantes, tem 10 perguntas. O Viaje Comigo indica o blog Deixa de Frescura para continuar respondendo essas perguntas. Boa Sorte Brunão, se divirta!!

WANDERLUST –  é uma expressão derivada do alemão: Wandern – caminhar e Lust – desejo. É comumente definido como um forte desejo de viajar, ou de ter um forte desejo de explorar o mundo. Não é somente um simples desejo, é uma sensação que toma todo o corpo e a mente, e em uma sequência de fatores, incluem-se uma sensação de desconforto nas pernas, nos músculos, e aquele desejo incontrolável de ir, de seguir um rumo qualquer em direção ao desconhecido ou a algum lugar que se vá encontrar algo novo, que é a razão daquele desejo de ir

.

 

.

1) Quando e pra onde ia o seu primeiro avião?

Erick: Foi para o Chile em 1997. Meus pais levaram eu e minha irmã para uma viagem de carro pelo sul do Chile. Saímos de Santiago e descemos até Valdivia. Foi uma das melhores viagens da minha vida

Peter: Para Madrid, Espanha. Um voo da LanChile, na época que se podia fumar no avião. Eu não fumava e viajei entre 2 fumantes. Como você pode imaginar foi um voo difícil, mas o primeiro de centenas, todos os outros, sem fumantes a bordo. Ufa!

2) Para onde você já foi e gostaria de voltar?

Erick: Londres! Morei em Londres por dois anos e amo aquela cidade. Voltaria não só visitar, como para morar e ter minha vida por lá.

Peter: Para onde gostei. Raramente visito um lugar uma única vez. Sempre invento uma razão para voltar, rever o que conheci e aprender mais.

3) Você está viajando amanhã e dinheiro não é problema. Pra onde você vai?

Erick:  Meu sonho é dar uma volta ao mundo! Com certeza iria começar essa viagem, sem pensar duas vezes. Os primeiros destinos com certeza seriam na América do Sul

Peter: Sairia sem data para voltar. O primeiro destinos será o do primeiro avião.

4) Método preferido de viagem: avião, trens ou carro?

Erick:  Gosto de viajar de avião pela rapidez e conforto. Também gosto de viajar de carro por poder parar em qualquer lugar em qualquer momento. Mas se a viagem for muito longa, acaba cansando mais

Peter: Gostou muito de trens pois empresta um charme especial a viagem. Sai do centro e chega no centro da maiorias das cidades. Facilita a vídeo e não tem stress no embarque.

5) Site preferido de viagens?

Erick: Além do site da Gold Trip e do Viaje Comigo, gosto de ler sobre destino no Mapa na Mão, Deixa de Frescura, Like Chile, Viaje na Viagem. Acompanho as notícias em portais como UOL e Globo

Peter: Com certeza o www.viajecomigo.tur.br

6) Para onde você viajaria só pra comer a comida local?

Erick: Itália e França com certeza. A comida nesses lugares é sensacional e cada refeição é uma lembrança.

Peter: Peru, com certeza. Esse país virou referência em culinária na América Latina

7) Você sabe seu número de passaporte de cabeça?

Erick:  Infelizmente não! Já existem muitos números para guardar na cabeça!

Peter: Sim (RG também para viagens na América do Sul)

8) Você prefere o assento do meio, corredor ou janela?

Erick: Ai já depende. Se viajar me classe executiva (o que nunca fiz) pode ser qualquer uma. Agora se for na classe econômica, prefiro viajar no corredor por ter mais espaço para as pernas (em voos longos) e na janela (em voos curtos)

Peter: Corredor, sempre. Quero ter liberdade para levantar sem incomodar ninguém.

9) Como você passa o tempo quando está no avião?

Erick:  É um desafio fazer alguma coisa de diferente durante um voo. Assisto filmes e quando consigo durmo

Peter: Filmes ou lendo, dificilmente consigo dormir.

10) Existe algum lugar para onde você nunca mais voltaria?

Erick: Durante um mochilão passeio 36 em Milão. TIVE UMA DAS PIORES EXPERIÊNCIAS DA MINHA VIDA. Foi um lugar que fui maltratado, gastei muito dinheiro, passeio nervoso e comi mal. Tudo o que poderia dar errado aconteceu, além da falta de educação típica de alguns italianos. É difícil falar que não voltaria, talvez da próxima vez minha experiência é outra.

Peter: Não, até agora não. Até as roubadas foram boas! Como diz o ditado, “Aceito carona até pro lado errado”