Dicas de Viagem para Portugal

 

Idioma: Português.

Visto: Brasileiros não precisam de visto.

Vacina: Não há vacina obrigatória.

Moeda: Euro

Fuso horário: + 3 horas

Código telefônico: 351

Em Lisboa, existe um ótimo restaurante chamado “A Travessa”, localizado em um antigo convento que data de 1653, bastante tradicional. Para quem prefere uma opção mais badalada e com diversos ambientes, aconselha-se o “Bica do Sapato”.

 

Comendo em Portugal:

O bacalhau regado a muito azeite e os vinhos são os carros-chefes. Os portugueses enchem a boca para contar que existe uma receita de bacalhau diferente para cada dia do ano. Mas não se esqueça que também há outras deliciosas opções como sardinhas, polvos, bolinhos, cordeiros, cabritos, queijadinhas, pastéis de santa clara, rabanadas e outros doces à base de amêndoas e ovos.

 

O melhor Pastel de Belém:

Em sua visita ao Mosteiro dos Jerônimos, programe uma parada na “Antiga Confeitaria de Belém” (na Rua Belém), datada de 1837. Ali, conforme indicação dos próprios portugueses, você provará o melhor Pastel de Belém do país.

História na prática:

Portugal também pode ser um ótimo destino para crianças, pois é uma excelente oportunidade para elas conhecerem ao vivo lugares ligados à história do Brasil e que, até então, só tinham visto em seus livros: o porto de onde partiu Pedro Álvares Cabral – para a jornada na qual “descobriria” o Brasil – e o Palácio de Queluz – onde nasceu e morreu Dom Pedro I – são bons exemplos. Da mesma forma, atrações mais modernas como o Oceanário de Lisboa também conquistarão o público mirim.

 

 

Conheça nossos Pacotes para Portugal

Faça a conversação de moedas local aqui!

 

 

 

Dicas dos Passageiros para Portugal

Não deixem de conhecer em Portugal a Cidade de Bussaco e o Bussaco Palace Hotel, único palácio de conto de fadas em plena floresta, assim como na Cidade de Sintra o Parque e Palácio Pena. Na Croácia é imperdível uma visita ao Parque Nacional PLITVICE e na Eslovênia a Gruta de POSTOJNA. Um passeio deslumbrante.
Josete Martins Ramos, Elisabete de Oliveira Britto e Luci Najar