(11) 4411-8252

(11) 96461-4885

Passeios e dicas Deserto do Atacama

O Deserto do Atacama é um lugar belo e especial, porém continua sendo um deserto com poucas cidades e poucos recursos. Sugerimos sempre levar consigo, em qualquer passeio, água, agasalhos, frutas e snacks. Procure sempre fazer os passeios com agências de credibilidade assegurada e que tenham equipamento de emergência, rádios e veículos de apoio. Se for viajar de carro pelo deserto, avise sempre o hotel e autoridades locais para onde está se dirigindo e a que horas pretende retornar.

 

 

Estradas no Deserto do Atacama

As estradas fora da área turística são geralmente de terra ou rípio, usadas apenas pelas mineradoras. São perigosas, com pouca sinalização e requerem atenção redobrada. Com exceção das pequena vilas altiplanicas, não existem ponto de apoio ou abastecimento. O vento pode ser forte e areia se acumula nas parte mais baixa do vales.

 

 

Alimentação no Deserto do Atacama

Em San Pedro você encontrará bons restaurantes, todos eles de decoração típica, simples, porém com excelente pratos. Há muitos chefs italianos e francesas trabalhando em San Pedro. Os restaurantes normalmente contam com um pátio aberto com uma fogueira ao centro onde são servidas as refeições. A comida é variada, com cozinha internacional e pratos típicos. Conheça alguns deles:

 

  • Parrillada – carnes na brasa (vaca, porco e frango).
  • Empanadas – como uma esfiha, massa recheada com carne moída, cebola picada, azeitonas, ovos e passas.
  • Cazuela de frango – Sopa, com pedaços de batatas, abóbora, milho.
  • Pastel de choclo – Torta de milho recheada com carne moída, pedacinhos de frango, azeitonas, ovos cozidos.
  • Humitas – Como uma pamonha salgada, que se pode comer com salada de tomates e cebola.
  • Caldillo de congrio – Sopa do saboroso peixe congrio.
  • Chupe de locos – Porção de um fruto de mar chamado locos.
  • O aperitivo tradicional do Chile é o Pisco Souer, feito à base de pisco (aguardente da uva), limão, gelo e açúcar.
  • Os vinhos chilenos são mundialmente conhecidos especialmente o Carbenet Sauvignon Blanc e Chardonnay.

 

Cuidado Especiais no Deserto do Atacama

Devido ao clima muito seco, cuidados especiais devem ser tomados com a hidratação do corpo e proteção contra o sol. Tome bastante água e abuse das frutas e sucos. Use protetor solar, óculos escuros, boné ou chapéu, e hidratante. O soro fisiológico é indicado para quem usa lentes de contato e para hidratar as narinas. São Pedro está a 2.500 metros de altitude, portanto abaixo do limite do Soroche, o mal das alturas. Mesmo assim, evite exercícios excessivos antes de aclimatar-se a nova altitude. Nos passeios a altitudes acima de 2.800 metros, evite correr ou levantar bruscamente. Faça tudo com calma e evite bebidas alcoólicas. Tome muita água e coma chocolates. Folhas de coca podem ser encontradas nos hotéis e nos mercados de artesanato. No passeio ao Gêiseres de Tatio, leve roupa de frio e de banho, pois há uma piscina térmica no local. De modo o Chile é um país seguro, entretanto, como em qualquer lugar do mundo, tome os cuidados básicos e não se exponha de forma imprudente.

 

Vistos e vacinas para o Deserto do Atacama

Os brasileiros não necessitam visto para entrar no país, somente passaporte válido ou carteira de identidade. Sugerimos que a foto do documento não seja muito antiga para evitar transtornos. (Atenção: não são aceitas carteiras emitidas por órgãos de classe como OAB, CRM, COREN, etc.). Não é necessário nenhum tipo de vacina.  Atenção: para os passeios ao lado Boliviano será necessário passaporte válido e vacina contra febre-amarela. A legislação varia de ano para ano. Informe-se!

 

 

Moeda e preços do Deserto do Atacama

No Chile a moeda é o Peso chileno. Os preços no deserto são um pouco mais elevados do que os praticados em Santiago, devido principalmente à distância e ao grande fluxo de turistas estrangeiros. O dólar é aceito facilmente, embora seja aconselhável viajar também com a moeda local. O Real não é facilmente trocado. Procure usar o cartão de crédito e moeda local. Existem algumas casas de câmbio, que também pode ser feito na recepção dos hotéis.

Feriados nacionais no Chile

DataDia da SemanaFeriado

01/01/21sexta-feiraAno Novo
15/02/21segunda-feiraCarnaval
16/02/21terça-feiraCarnaval
02/04/21sexta-feiraPaixão de Cristo
21/04/21quarta-feiraTiradentes
01/05/21sábadoDia do Trabalho
03/06/21quinta-feiraCorpus Christi
07/09/21terça-feiraIndependência do Brasil
12/10/21terça-feiraNossa Sr.a Aparecida
02/11/21terça-feiraFinados
15/11/21segunda-feiraProclamação da República
25/12/21sábadoNatal

Passeios no Deserto do Atacama

San Pedro do Atacama é base para se conhecer toda esta região do deserto. Com boa estrutura, a cidade oferece um grande número de agências locais que fazem os mais diversos passeios. Infelizmente, muitos dos serviços oferecidos na porta das agências deixam a desejar nos quesito qualidade e segurança. Não se esqueça que o deserto é inóspito e com poucos recursos, por isto, não coloque sua viagem em risco. A dica é comprar seus passeios somente com agências indicadas ou diretamente no Brasil. Se feito com segurança e com guias especializados, os passeios do Atacama se tornaram inesquecíveis somente pela beleza da paisagem e pelas boas emoções vividas. O clima desse destino é privilegiado, apesar de suas variações durante o ano, pode ser visitado em qualquer época. Veja abaixo alguns dos passeios disponíveis no deserto. Alguns deles já fazem parte dos roteiros oferecidos pela Gold Trip.

 

  • Tour Astronômico – San Pedro de Atacama

Saída do hotel em San Pedro, considerada a capital arqueológica do Chile por ser o centro da cultura atacamenha. Esta é uma excursão para observação do céu, reconhecendo os astros celestes e ouvindo explicações sobre eles: conceitos básicos, diferença do céu no norte e no sul, rotação da Terra e do céu com as estações, significados das constelações. Em um primeiro momento, e com a ajuda de um laser point, é feita a observação do céu que podemos ver a olho nu. Posteriormente, a observação é feita por meio de telescópios e equipamentos de alta qualidade. Tempo para compartilhar as experiências saboreando uma babida quente antes de retornar ao hotel em San Pedro.

 

  • Tour Arqueológico (Tulor-Quitor-Museu Le Paige) – San Pedro de Atacama

Saída do hotel em San Pedro para um recorrido pela história da região. Visita ao Museu Arqueológico Padre Le Paige, uma importante coleção antropológica da cultura atacamenha. Conheceremos também o Pukará de Quitor, importante fortaleza que data do século XII e está localizada a 3km de San Pedro. Em sua construção foram utilizadas pedras unidas com argamassa de terra, impressionando também por sua posição unida com as encosta de um monte. Continuação passando por “ayllus” (sistema local de subsistência e trabalho comunitário) até chegar à aldeia arqueológica de Tulor, que data de 3.000 anos atrás. Esta aldeia ficou milagrosamente conservada ao ser sepultada pela areia e está formada por construções circulares conectadas entre si, com um pátio em comum. Retorno ao hotel em San Pedro.

 

  • Vale da Lua e Quebrada de Kari (bike) – San Pedro de Atacama

Saída de San Pedro seguindo por uma estrada pavimentada com sal até o interior da Cordilheira de Sal, onde está o Vale da Lua. No caminho, parada para conhecer cânions, formações rochosas, dunas e a Quebrada de Kari. Caminho plano com pequenas elevações. Retorno a San Pedro em veículo.

 

  • Gêiseres del Tatio e Machuca- San Pedro de Atacama

Saída do hotel às 05h00 para conhecer os Gêiseres del Tatio. Chegada no local por volta de 07h00, onde será servido o café da manhã, e caminhada guiada por este campo geotérmico. Observam-se jatos e colunas de vapor, poças de água borbulhante e altos cumes ao redor. Uma curta caminhada permite observar alguns exemplares de fauna andina como viscachas (roedores) e guanacos, bem como a vegetação característica da região andina. No caminho de volta a San Pedro, parada para conhecer o povoado de Machuca, dedicado ao pastoreio. Chegada no hotel por volta de 12h00.

 

                                                                                                         Em Salar de Tara

 

  • Geysers del Tatio e Termas de Puritama- San Pedro de Atacama

Saída do hotel às 05h00 para conhecer os Geyseres del Tatio. Chegada no local por volta de 07h00, onde será servido o café da manhã, e caminhada guiada por este campo geotérmico. Observam-se jatos e colunas de vapor, poças de água borbulhante e altos cumes ao redor. Uma curta caminhada permite observar alguns exemplares de fauna andina como vizcachas (roedores) e guanacos, bem como a vegetação característica da região andina. Continuação para as Termas de Puritama, águas ideais para um banho de relaxamento. Suas águas fluem entre as rochas e dão início ao rio de água quente, que tem uma temperatura média de 32°C. O lugar conta com passarelas e toaletes/vestiários em frente a cada piscina natural. Retorno ao hotel em San Pedro de Atacama por volta de 13h00.

 

  • Lagoa Cejar – San Pedro de Atacama

Saída do hotel em San Pedro para conhecer Laguna Cejar, lugar de beleza espetacular. Esta lagoa possui águas de cor turqueza e está rodeada de cristais de sal de diferentes formas e tamanhos. Sua constituição geomórfica é única. É também habitat natural do flamingo rosa. Retorno ao hotel em San Pedro.

 

  • Laguna Verde (Bolívia) – San Pedro de Atacama

Saída de San Pedro em veículo em direção à fronteira com a Bolívia. Chegaremos a Laguna Verde, localizada aos pés do vulcão Licancabur, um impressionante espelho d´água que se assemelha a uma esmeralda gigante. Sua cor se deve ao magnésio contido na água, que brilha de uma forma particular pelas manhãs e tardes. Retorno ao hotel em San Pedro.

 

  • Laguna Cejar e Tembinguinche (4×4) – San Pedro de Atacama

Saída de San Pedro em veículo 4×4 em direção à planície do Salar do Atacama. Depois de uma hora atravessando o salar, chegada a uma lagoa azul-turqueza cercada de cristais de sal branquíssimos. Oportunidade para banho. Continuação por uma estrada de sal por mais 7 quilômetros até a Lagoa Tembinguinche, uma lamina d´água repleta de Ilhas de sal em pleno deserto. Por todo o caminho, paisagens incríveis e uma vista privilegiada da cordilheira dos Andes e seus vulcões.

                                                                                                              

 

                                                                                                        Em Vale da Lua

 

  • Salar de Tara e Monjes de la Pacana – San Pedro de Atacama

Saída rumo ao Passo de Jama, controle de fronteira chileno. A rota percorre encostas formadas por lava e cinzas. Parada para uma vista panorâmica do Salar de Atacama e de San Pedro. Chegando ao km 41 da rota internacional de Jama, estaremos a uma altitude de 4.200, e continuaremos pelo desvio para Hito Cajón, na direção norte. Apreciaremos o Vulcão Licancabur, com seus 5.916 metros, grandes montanhas, grupos de ñandus (aves parecidas com avestruzes) e lagoas habitadas por flamingos. Parada para ver as formações rochosas conhecidas como Monjes de la Pakana, fruto da forte atividade vulcânica da região. Chegada ao Salar de Tara, a 4.500 metros, para conhecer seu ecossistema e maravilhoso entorno.

 

 

  • Salar de Uyuni – Expedição de 4 dias 

Dias 1 – Saída de San Pedro em direção ao Vulcão Licancabur, na fronteira boliviana. Após os trâmites legais, percurso por um estrada de terra ao redor do vulcão Juriques até as lagunas Verde e Blanca, local de alimentação e reprodução de milhares de flamingos. Continuação através do altiplano boliviano, cercado por vulcões e altas montanhas, até a vila de Polques, seguindo para os gêiseres Sol de la Mañana onde é feita uma parada. A viagem continua até a impressionante lagoa Colorada (vermelha), que tem esta cor por causa de uma espécie de alga que prolifera em suas águas. Após mais uma hora em veículo, chegada à vila de Ketena, comunidade andina boliviana que recebe os visitantes por esta noite. O pernoite será em refúgios simples, com cama, banheiro coletivo com água quente e aquecimento. No local há um centro interpretativo com a história geológica e cultural da região.

 

Dia 2 – A viagem continua através do altiplano boliviano passando por lagoas andinas, circundando vulcões e atravessando grandes desertos altiplânicos. Durante a viagem, são feitas várias paradas em locais de interesse ou em vila andinas como Vilamar ou San Agustin. Almoço no trajeto. No final da tarde, chegada à vila de Atulcha, nas margens do Salar de Uyuni. Nesta tarde, é possível fazer pequenas incursões ao salar ou conhecer as cavernas que conservam múmias ancestrais e restos arqueológicos de uma civilização muito antiga que se perdeu no tempo. O pernoite será em um autêntico hotel de sal, onde tanto as paredes como os móveis são feitos de blocos de sal retirados do Uyuni. Uma experiência única!

 

Dia 3 – Logo cedo, saída para fazer a travessia do Salar de Uyuni, que tem uma altitude de 3.700 metros e cobre uma área de 12.000km², restos de um mar pré-histórico. Hoje, a superfície do salar é plana e coberta por uma camada de sal branquíssimo que nos faz perder a noção de distância e direção. Após muitas fotos, chegada a uma ilha de terra em meio ao branco salar, chamada Incahuasi – Casa do Sol em aymará. Esta ilha está repleta de cactus gigantes e nela percorre-se uma trilha de 40 minutos até um mirante. Após o almoço, continuação através da planície de sal até a cidade de Uyuni para passar a noite. Durante o trajeto, são feitas várias paradas para fotos em locais de extração de sal e no cemitério de trens

Dia 4– Retorno a San Pedro – Saída cedo e chegada no final da tarde – Paradas rápidas pelo caminho.

 

 

  • Bike Tour Quebrada de Kari – San Pedro de Atacama

Saída em bicicletas desde a vila de San Pedro por estrada de asfalto até o mirante da Cordilheira de Sal. Depois de um trecho de trilha acidentada e da descida de uma enorme duna, entrada em um cânion de paredes íngremes cobertas por Sal Gema, passando por grutas e uma ponte de sal. Percurso de 20 km. Uma aventura incrível!

 

 

  • Bike Tour Vale da Lua – San Pedro de Atacama

Desde San Pedro, saída seguindo por uma estrada pavimentada com sal até o interior da Cordilheira de Sal, onde está o Vale da Lua. No caminho, parada para conhecer cânions, formações rochosas e dunas. Caminho plano com pequenas elevações. Percurso de 20 km.

 

Salar do Atacama

 

  • Bike Tour Laguna Cejar e Tembinguinche – San Pedro de Atacama

Saída em mountain bikes desde San Pedro em direção à planicie do Salar do Atacama. Depois de 2 horas pedalando por terreno firme e plano, chegada a uma lagoa azul-turqueza cercada de cristais de sal branquíssimos. Oportunidade para banho. Em seguida, continuação por mais 7 quilômetros até a Lagoa Tembinguinche. Total de 35 kms -retorno em veículo para San Pedro.

 

 

  • Downhill Corrales Blancos – San Pedro de Atacama

Espetacular Downhill de 50 Kms desde as encostas do vulcão Toco – a 4.900 metros – até a Vila de San Pedro do Atacama. Misto de terra e asfalto. As paisagens variam desde o altiplano chileno, passando ao lado de grandes vulcões como Juriques e Licancabur, e as verdes encostas andinas. O relevo, a vegetação e a fauna se alteram conforme mudamos de altitude. Não requer habilidades especiais. Acompanhado por veículo e guia do inicio ao fim.

 

 

  • Caminhada Valle de Cactus – Puritama – San Pedro de Atacama

Caminhada ideal para aclimatação pois ocorre em uma trilha ascendente na altitude de 3.900 metros. Começa na quebrada de Guatin e sobe pelo vale do rio, atravessando o altiplano chileno. Por entre grandes paredões e pequenas cascatas, chega-se finalmente ao vale de Puritama, onde um rio quente brota da terra formando piscinas naturais – possui 8 jacuzzis naturais onde a temperatura da água está entre 30°C e 32°C e água mineralizada é recomendada como esfoliante da pele. Quem desejar pode banhar-se nas piscinas antes de voltar a San Pedro.

 

 

  • Caminhada Quitor e Katarpe – San Pedro de Atacama

Saída do hotel em San Pedro com destino ao Pukará de Quitor. Visita conhecendo esta importante fortaleza que data do século XII e em cuja construção foram utilizadas pedras unidas com argamassa de terra, localizada junto às encostas de um monte. Ao finalizar, caminhada de aproximadamente 01h40 pelo Vale de Quitor, Garganta del Diablo e Katarpe. Visita às ruínas de Katarpe, antigo centro administrativo inca. Ao finalizar, pic nic e retorno ao hotel em San Pedro.

 

 

                                                                                                      Vulcões no Atacama

  • Caminhada Toconao – Valle de Jerez – San Pedro de Atacama

Saída do hotel em San Pedro em direção ao povoado de Toconao, trajeto de aproximadamente 45 minutos em veículo. Chegada e visita a este pequeno povoado colonial, com pitorescas construções de pedra liparita e a antiga igreja de San Lucas. Início de uma caminhada de aproximadamente 01h30 – 02h00 pela Quebrada de Jerez. Finalmente, pic nic para recuperar as energias e retorno ao hotel em San Pedro.

 

 

  • Escalada Vulcão Toco – San Pedro de Atacama

A melhor e mais fácil maneira de atingir os 5.600 metros de altitude. Após um breefing de segurança, saída em veículo 4×4 até a encosta do vulcão, a 4.900 metros. Em seguida, caminhada de 3 horas até o topo, de onde se tem uma das vistas mais fabulosas do Salar do Atacama e do altiplano andino. Nível técnico fácil, porém requer condicionamento físico médio.

 

 

  • Escalada Vulcão Licancabur 2 dias / 1 noite – San Pedro de Atacama 

DIA 1 – San Pedro/Laguna Verde: Formando um cone perfeito, o Vulcão Licancabur chama a atenção por sua beleza e simetria. Adorado com um deus há milhares de anos, possui em suas encostas ruínas incas e pré-incas. Dentro de sua cratera, a 5.910 metros, uma pequena lagoa que fica congelada dez meses por ano. Sua escala precisa de 2 dias. É de nível técnico fácil, mas requer aclimatação e boa resistência física. No primeiro dia, trajeto em veículo até as lagunas Verde e Blanca, onde é feito um trekking de aclimatação. Pernoite em refúgio a 4.000 metros.

 

DIA 2 – Laguna Verde/Vulcão Licancabur/San Pedro: Café da manhã e trajeto em veículo até a base do vulcão, a 4.700 metros, para iniciar a escalada. A caminhada ao topo tem a duração de 6 a 7 horas. Retorno a San Pedro.

 

  • Ascensão Vulcão Sairecabur – San Pedro de Atacama

Este vulcão está inserido na cordilheira que separa o Chile da Bolívia. Possui 6.050 metros de altura e do seu topo se tem a melhor vista do Vulcão Licancabur (seu vizinho), das lagoas andinas Verde/Blanca e de todo o vale do Salar do Atacama. Este é um único vulcão que permite chegar a mais de 6.000 metros em um só dia, pois o veículo de apoio nos deixa a 5.600 metros. Nivel técnico médio e boas condições físicas são necessários. Trilha bem acidentada.

 

 

  • Ascensão Vulcão Lascar – San Pedro de Atacama

O Vulcão Lascar é um dos mais importantes do norte do Chile pela sua atividade constante. Sua última grande erupção foi em Abril de 2006 e sua cratera de 750 metros de diâmetro e 300 de profundidade está a 5.600 metros de altitude. Muito cedo, saída de San Pedro em veículo percorrendo estradas de terra até as encostas do vulcão, a 4.900 metros de altura. Deste ponto, continuação por uma trilha ascendente de nível fácil, porém que exige boa resistência física, uma vez que se está em grande altitude. Após 4 a 5 horas de caminhada, chegada à cratera fumegante. Tempo para descanso e lanche. Para quem desejar, caminhada de mais 1 hora até o cume. Retorno a San Pedro.