(11) 4411-8252

(11) 96461-4885

Passeios na Namíbia

 

Windhoek:

Esta é a capital da Namíbia, onde chegam os vôos vindos da África do Sul (apenas 2 horas de vôo), e ponto de Namibia - Windhoekpartida para conhecer o país. Está localizada no centro geográfico do país, cercada por montanhas. A influência alemã está presente na língua e em seus restaurantes especializados em pratos típicos – sem esquecer a cerveja e o pão – e, por isso, vale uma visita! Durante o dia, seu centro tem um ar europeu, descontraído e eclético. Você pode passear pelo distrito turístico, com lojas e quiosques, e observar a mistura de raças e culturas, fruto de sua história complexa. As principais atrações incluem o Museu Nacional da Namíbia Alte Feste (Velha Fortaleza), a Christuskirche – paróquia luterana que data de 1896, e Katutura, um subúrbio construído na década de 1950 sob a política sul africana do apartheid; hoje, uma mistura de pessoas de diferentes culturas que vivem juntas em paz e harmonia.

 

 

Deserto de Namib:

O grande deserto de Namib cobre toda a costa sul da Namíbia e é considerado um dos mais antigos e de clima mais seco do mundo. Ali, as dunas avançam desde o mar até 150 quilômetros no interior, formando um mar de areia que muda de cor e forma de acordo com a região. Um dos trechos mais visitados das dunas fica dentro do Parque Nacional Namib-Naukluft, conhecido por suas lindas e impressionantes paisagens. Nele, o rio Tsauchad formou um grande vale que é cercado de dunas gigantes e de areia dourada. Este rio só possui água durante a estação das chuvas; durante as inundações, as águas represadas pelas dunas formam um grande lago de argila branca e sal conhecido como Sossusvlei – considerado por muitos o mais impressionante atrativo cênico da Namíbia, um paraíso para os amantes da fotografia! O parque abre seus portões justamente ao nascer do sol. Esta é a melhor hora para se visitar o vale, pois o sol baixo realça os contornos das dunas e acentua sua cor. O vale abriga dezenas de dunas que chegam a mais de 300 metros de altura. Algumas delas são consideradas como as mais altas do mundo. Para ter vistas de tirar o fôlego, suba alguma destas dunas… Você se surpreenderá com paisagens como a do Deadvlei, uma grande extensão de argila branca pontuada por antigos esqueletos de árvores com 500 anos de antiguidade, que ficaram presas na argila quando o lago secou. Outra paisagem fantástica é caminhar entre os paredões erosionados do cânion de Sesriem, fruto do trabalho da força das águas do rio Tsauchad durante a época das cheias.

Namibia

 

 

Kalahari:

Considerado o maior trecho contínuo de areia do mundo, tecnicamente, o Deserto de Kalahari não chega a ser 100% um deserto. Isto porque uma modesta quantidade de chuva faz com que a paisagem possua vegetação, com variedades de árvores e arbustos. Durante a primavera, as planícies ficam cobertas de flores, enquanto que no verão as chuvas dão uma cobertura de folhagem à paisagem. Esta beleza cênica se une ao silêncio e quietude de estar rodeados por tanta imensidão, o que na opinião dos visitantes é uma experiência muito enriquecedora e quase espiritual. Mas uma dica imperdível é fazer uma visita ao Kalahari  e conhecer a tribo San Bushmen. Estão disponíveis visitas guiadas, onde você poderá aprender mais sobre suas origens, tradições, forma de vida e língua peculiar.

 

 

Swakopmund:

Esta cidade litorânea fundada em 1892 foi o principal porto alemão durante o domínio do império e ainda guarda forte influência deste período. Hoje, é uma cidade de veraneio com muitas lojas, cafés e sempre repleta de turistas. Não é à toa que é conhecida como o “playground da Namíbia”. A região oferece muitas oportunidades de passeios para o visitante, você pode conhecer a região por terra, mar e ar. Um deles é ir até Walvis Bay e fazer um passeio de barco até a Península dos Pelicanos, onde existe um farol, uma fazenda de ostras e uma grande colônia de lobos marinhos. São tantos animais que alguns, já acostumados ao turismo, sobem a bordo do catamarã para dar as boas vindas e ganhar alguns peixes. Os pelicanos, as baleias e os golfinhos também fazem parte desta animada visita. Outro passeio bem procurado nesta região são os sobrevôos do deserto. A bordo de pequenos monomotores, é possível sobrevoar as dunas, os cânions e até a montanha mais alta do país, Brandsberg, com 2.572 metros de altura. A rota mais popular é a que segue para o sul, sobrevoando o mar de dunas, os lagos de Sossusvlei e os famosos navios do deserto – enormes embarcações que encalharam na costa há dezenas de anos e foram literalmente engolidas pelo deserto que avança sobre o mar. Para os mais a aventureiros, outra opção é conhecer o deserto sobre potentes quadriciclos. Este passeio incrível percorre dunas e vales e, além de emoção, oferece lindas paisagens. A cidade de Swakopmund, além de muito interessante, é também um marco geográfico importante da costa da Namíbia.

Ao sul de Swakopmund, o litoral é coberto por grandes dunas até o rio Orange, fronteira com a África do Sul. É a região de diamantes, com acesso restrito e controlado pelo governo. Ao norte da cidade, o litoral também é deserto, porém sem diamantes ou dunas: é a temida Costa dos Esqueletos, região que ganhou este nome por estar pontilhada por esqueletos de navios, baleias e até ossos humanos.

 

 

NamibiaDamaraland:

Localizada a nordeste da temida Costa dos Esqueletos, os domínios da tribo Damara formam uma região conhecida como Damaraland. É uma zona semiárida, conhecida por suas pinturas rupestres, bosques de árvores fossilizadas e, principalmente, por seus elefantes – os “elefantes do deserto”. Estes animais fazem parte de um pequeno grupo que se adaptou a estas difíceis condições; vivem nos leitos secos dos rios onde a água que ainda corre abaixo do solo mantém vivos árvores e arbustos.

Além dos Damara, outra tribo muito representativa no país são os Himba. Esta etnia habita no norte do país e é conhecida por viver da mesma maneira que há centenas de anos. Os homens desta tribo são responsáveis pelo gado, sua maior riqueza. Eles ficam no campo boa parte do ano, deixando nas aldeias apenas as mulheres e crianças. As mulheres Himba cobrem seus corpos com uma mistura de gordura e um pó ocre, tanto para se protegerem do sol, como para sua beleza. Os cabelos possuem apliques com pele de animal e também são cobertos pelo mesmo material. Elas cobrem apenas a parte inferior do corpo e usam muitos adornos e enfeites. São, em geral, muito simpáticas e gostam de receber visitas, pois assim aproveitam para vender seu artesanato e melhorar sua renda. Ao contrário de outras tribos, as mulheres Himba gostam de ser fotografadas, desde que possam ver o resultado nas telas das câmeras.

 

 

Safáris:

Além das paisagens e tribos, muitos visitam a Namíbia atrás de um bom safári. Na região norte e na franja nordeste, existem vários parques que reúnem milhares de animais. Um dos mais conhecidos é o Parque Nacional Etosha, uma das reservas mais antigas da África, hoje com cerca de 23 mil quilômetros quadrados. Esta reserva possui uma grande quantidade de animais e algumas espécies bem interessantes como um raro antílope de cara negra. Cerca de 25% do parque é coberto por um grande lago salgado, que só acumula água durante a estação das chuvas. Os animais da região dependem destas chuvas para sobreviver. Para enfrentar as temporadas de seca, o governo perfurou milhares de poços artesianos que alimentam pequenos lagos, e é isto que torna este parque tão diferente dos outros. No Etosha, para se observar os animais basta estacionar ao lado de um destes lagos, esperar e fotografar: é como se a Arca de Noé abrisse as portas à sua frente! Com animais de várias espécies bebendo da mesma fonte. Dentro do parque existem alguns lodges pertencentes ao governo, que possuem seus próprios lagos, cercados de telas, onde os animais vem saciar a sua sede. Os hóspedes podem fazer safáris sentados confortavelmente em frente a seus quartos, com todo conforto e segurança. Ao redor do parque, existem também algumas reservas privadas especializadas em alguns tipos de animais. A Reserva de Ongava, por exemplo, é conhecida por abrigar grandes famílias de rinocerontes e leões, e oferece safáris bem interessantes.

 

Namibia

Conheça nossos Pacotes para a Namíbia.

 

 

Assista aos vídeos de Namíbia

[wpsve object=”youtube” type=”video” id=”9HIK78qHKLg” controls=”1″ fs=”1″] [wpsve object=”youtube” type=”video” id=”7UuxFVDoqb4″ controls=”1″ fs=”1″]